MESTRES

| 0 comentários | quarta-feira, 24 de março de 2010



MOS DEF
E MADLIB

CLIPE NOVO

| 0 comentários | terça-feira, 16 de março de 2010

E ai rapaziada????fimose? seguinte fiz um clipe da faixa A POESIA ESTA MORTA, MAS EU JURO VINGANÇA com imagens, vídeos do meu acervo pessoal e coloquei pra divulgar essas novas gravações ques estão terminando...neguim ai vai ficar de cabelo em pé!
clica ai e confere!


Logo mais coloco algumas no myspace!
abrasssss

ESSA É PROS PARCEIROS E PARCEIRAS...

| 0 comentários | terça-feira, 26 de janeiro de 2010



ESSA AI É PARÇA!

TEMPO CAÓTICO!

| 0 comentários |

VÍDEOS...

| 0 comentários | segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

video
video

QDE no Cultura de Garagem!

| 1 comentários | segunda-feira, 19 de outubro de 2009


RELEASE

| 0 comentários | quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Nascido Bruno Rafael Camargo Mathias, em Rio Claro, interior de São Paulo, Mathias desde 1997 viu surgir em si o amor pela música. Andando de skate ,ouvindo os ensaios e até ajudando os amigos da falecida banda STUFF, de hardcore melódico, Mathias via que aquilo era o seu mundo, o qual gostaria de fazer parte e percorrer os caminhos das estradas ali contidas. No mesmo ano ele consegue um dos CDs que mudariam sua vida “SUBLIME”, da banda Sublime, o qual misturava insanas guitarras de punk rock, bateria pesada de funk, um baixo muito bem trabalhado mesclando entre ska-punk-reggae-surf music- hip hop. Desde então sua visão se ampliou e não mais se prendeu a estilos e rótulos. Teve bandas de reggae-ska (Reggadö), punk rock/hip hop (Shoyu), Mecius (funk/metal) e blues (Poeta Ltda). até em 2007 iniciar sua jornada pelo rap.
No final do Mecius, Mathias iniciou seus estudos em programas de edição de música, batidas eletrônicas, efeitos sonoros,etc. Foi aí que ele se deparou com o DUB e suas vertentes.Adotou o codinome Ximaru em 2006 e iniciou seu sound system com o laptop mandando as bases produzidas e rimando encima. Em uma das apresentações Mathias conhece Diogo (Comum) e Davi (Nativo), ambos rappers independentes da cidade de Rio Claro. Juntos eles começaram a criar algo que futuramente resultaria no QDE.
Conhecer o produtor musical,DJ e baixista Beder K. foi um grande avanço no quesito musical eletrônico. Programas insanos de batidas, manipulação de sons sintéticos etc valorizaram o som produzido por Mathias. No mesmo ano eles tocaram juntos no mesmo evento o Chillin Groovin que trazia psy - trance - chill out – drum n bass entre outros, assim como em raves,etc. “Cheguei a tocar encima de uma cachoeira!!Montaram um palco encima da queda de uma cachoeira e penduraram borboletas de neon nas árvores!!Aquilo era insano!” diz ele sobre uma das experiências.
Em 2007 Mathias vai para o Paraná estudar filosofia na Universidade Estadual de Maringá. Lá suas produções estavam agradando seus ouvidos e suas rimas saíam a todo o momento. Ele lança então o “MARALI EP” que trazia 8 faixas entre elas uma punk rock, “Bianca” e uma dub ,“Despedida de Solteiro” já sob o nome de Questão de Essência. No ano seguinte o QDE grava outras músicas e conhece então Spectrum Cenobita, Na porta do Templo e Marshmellow todos artistas independentes de Maringá. Ingressa na banda de maguebeat como DJ e back-vocal. Conhece mais pessoas e mais contatos, entre elas DJ Don Nattus o qual colaborou com a base da música “Malandro”,feita enquanto o DJ encontrava-se no Japão, que saiu no MARALI MIXTAPE em 2008. Nessa produção (MARALI MIXTAPE) Mathias contou com a ajuda de Gika, uma notável cantora de Rio Claro para a composição da música “Cheiro de Domingo”,Giovanni na flauta doce, Pollyana no violão, Vantu na escaleta, Thiago no trompete, SOLO nas rimas, Oxaguiam na cantoria, Endjay na mixagem, Adriano “MELECA” na bateria, Kaveira nas rimas e Nativo na rimas para variar entre os hip-hop,samba, tambores africanos,raggamuffin,hadcore,dub entre outros .
Agora em 2010 QDE pretende lançar um LP com uma produção impecável, participações especiais e sua meta é um passeio pelos estilos musicais sem perder a originalidade e a identidade.